Autores portugueses entre os finalistas do Prémio Oceanos

Há três autores portugueses entre os 10 finalistas do Prémio Oceanos. Alexandra Lucas Coelho com “Líbano, labirinto”, Djaimilia Pereira de Almeida, com “Maremoto” e José Gardeazabal, com “Quarentena – Uma história de amor”.

Destaque também para a presença das brasileiras Micheliny Verunschk, com “O som do rugido da onça”; Maria Fernanda Elias Maglio, com “Quem tá vivo levanta a mão”; Ana Martins Marques, com “Risque esta palavra”, e Tatiana Salem Levy, com “Vista Chinesa”.

De Moçambique chegam as obras de João Paulo Borges Coelho, com “Museu da Revolução”; Pedro Pereira Lopes, com “O livro do homem líquido”, e Teresa Noronha, com “Tornado”.

O anúncio dos vencedores do Prémio Oceanos será feito a 9 de dezembro, numa cerimónia em Maputo, a capital de Moçambique. Em 2021, o vencedor foi o escritor timorense Luís Cardoso, autor do romance “O plantador de abóboras”, publicado em Portugal pela editora Abysmo.