James Baldwin: documentário sobre o escritor é exibido na Fundação Calouste Gulbenkian

“Meeting the Man: James Baldwin in Paris”, de Terence Dixon, será mostrado numa versão restaurada a 23 de Novembro, quinta-feira, pelas 18h30, no auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian. A entrada é gratuita e sujeita à lotação do espaço.

Nesta sessão, a autora, educadora e programadora Kerstin Stakemeier e a curadora e dramaturga Sarah Lewis-Cappellari vão conversar sobre racismo, colonialismo e exílio/expatriação a partir do filme.

O documentário de 1970 é um encontro com o escritor James Baldwin, uma das mais proeminentes figuras da literatura americana do século XX. Passando por várias zonas icónicas de Paris, onde Baldwin vivia na altura, a equipa de filmagem procura retratar o autor deixando de parte o ativismo político que sempre esteve na base do seu trabalho.

Baldwin mostra-se descontente com a situação e o resultado é um confronto fascinante, e muitas vezes desconfortável, entre o escritor e os cineastas, no qual se reflete sobre as ideias de revolução e colonialismo. O escritor fala ainda da sua condição de expatriado negro na Europa, em particular em França.