Cantar Abril: Gerador e Câmara de Almada promovem obras artísticas de intervenção

Estão abertas até 29 de fevereiro as candidaturas para o Cantar Abril, iniciativa da Câmara Municipal de Almada em parceria com o Gerador que promove obras artísticas de intervenção.

No contexto da celebração dos 50 anos do 25 de Abril, o concurso volta a desafiar a comunidade artística a candidatar-se, criando ou interpretando obras artísticas de intervenção nas áreas da declamação, dança e música. Estas obras, que podem ser originais ou uma interpretação criativa de obras já criadas, devem refletir as problemáticas sociais atuais.

A iniciativa arranca com uma fase de concurso aberto. Entre todos os candidatos, o júri selecionará oito trabalhos por área artística, que serão apresentados ao vivo, em Almada, durante o mês de abril, na Incrível Almadense, Casino da Trafaria e Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro.

Nestes eventos será anunciado o vencedor de cada área, que receberá um prémio monetário: 2 500 euros para o vencedor da categoria Cantar Abril e 1 500 euros para os vencedores das categorias Dançar e Declamar Abril.

O júri é composto por autores reconhecidos pelo seu trabalho em cada área e um representante da SPA (Sociedade Portuguesa de Autores), um representante da GDA (Gestão dos Direitos dos Artistas) e um representante do Gerador. Selma Uamusse e Tó Trips integram o júri do Cantar Abril, Aldara Bizarro e Victor Hugo Pontes do Dança Abril, e Gonçalo M. Tavares e Alice Neto de Sousa do Declamar Abril.

Podem candidatar-se através do formulário disponível aqui. Leiam o regulamento aqui.