4ª Mostra de Edições Independentes de Vila do Conde começa hoje

A música de Peixe, a voz de Capicua, a poesia de Regina Guimarães, os trabalhos plásticos de Alberto Péssimo e o cinema de Henrique Manuel Pereira são algumas das propostas da 4a edição da aMOSTr – Mostra de Edições Independentes que, entre 29 de Setembro e 2 de Outubro, vai ocupar vários espaços da cidade de Vila do Conde – tudo pela mão da Cabe Cave Associação Cultural em parceria com a Câmara Municipal e com o apoio da Junta de Freguesia de Vila do Conde.

Juntar literatura e música é a aposta deste ano, estando previstas várias leituras performativas da Colecção elemeNtário e música ao vivo. Pela primeira vez, a par da habitual Feira do Livro (a cargo das livrarias Snob e Flâneur) haverá também uma Feira do Disco coordenada por Esgar Acelerado, um dos editores da Chaputa! Records. Catarina dos SantosNoiservNu No são alguns dos convidados para actuar.

O programa contempla ainda inúmeras apresentações e lançamento: Regina Guimarães apresenta dois novos livros, Inês Lourenço duas antologias da sua poesia lançadas recentemente. Rui Baião traz-nos o seu “Motim“, editado pela Barco Bêbado, e Sandro William Junqueira visita-nos com “Um Tiro no Escuro“, editado pela Relógio d’Água. Um dos últimos trabalhos de Ana Luísa Amaral, em conjunto com a sua tradutora para inglês Margaret Jull Costa, a antologia breve “50 / 50”, da editora Avesso, marca também presença no evento.

Outra das novidades de 2022 é o Cinema. Primeiro, com a Cinem’aMOSTr — uma mostra de cerca de 30 curtas-metragens criadas a partir de poesia. Depois, numa parceria com o Cineclube de Vila do Conde, onde será apresentado o documentário de Henrique Manuel Pereira — “Nome de Guerra, a Viagem de Junqueiro“, numa sessão que contará com a presença do realizador.

Os trabalhos plásticos de Alberto Péssimo ocupam o Teatro Municipal de Vila do Conde e, a cargo do artista, estará também uma oficina de «livros pop-up». Uma mostra de fanzines, resultado de uma colaboração da Flanzine com o fanzine Ultra Violenta, marca presença neste espaço durante os quatro dias da mostra.

Consultem a programação completa neste link.